Southport Realty

Procurar propriedades

ALGARVE

ALGARVE

CLIMA

 

Com mais de 3000 horas de sol por ano e pouca precipitação, no Algarve, disfruta-se de uma temperatura média bastante amena, o que torna o Algarve, uma atração turística para muitos.

No verão pode disfrutar de praias, passeios de barco, e de inverno poderá disfrutar de atividades diversas como hicking, passeios por trilhos locais, cafés em esplanadas á beira rio e mar entre muitas mais.

 
 
MAR
 

A costa replete de penhascos dourados em baias entre rochedos, dão aos visitantes, um cenário inesquecível.

Existe mais de 200 kms de costa para todos os gostos. Pode disfrutar de desportos náuticos, passeios ao longo dos penhascos, mergulhos em praias escondidas entre rochas, snorkling, mergulho entre muitas mais atividades e lazer.

Existem infraestruturas de suporte para Iates, ao longo da costa, com marinas modernas e muito bem preparadas.

 
 
GOLF
 
Golfe é o desporto de escolha da elite e a região do Algarve tem vários prémios internacionais e campos de golfe premiados.
 
A região do Algarve já foi, mais que uma vez, votada como o melhor destino de Golfe do mundo.
 
O Algarve oferece cerca de 40 campos de golfe com excelentes condições e jogadores experientes.
 
 
NATUREZA
 
A Costa Vicentina é a costa mais bem preservada da Europa.
 
A Ria Formosa é um labirinto de canais separados do mar por uma tira de areia, o Pântano de Castro Marim e Vila Real de Santo António, ricos em fauna e flora.Pode descobrir colinas e montanhas, de bicicleta ou através de caminhadas, seguindo as pegadas da Via Algarvia que liga pelo interior, a ponta Este da região, á ponta extrema Oeste, acabando na Rota Vicentina, mais um conjunto de caminhos a não perder.
 
Para quem quer um pouco mais de adrenalina, existe parasail, scuba diving, abseiling, escaladas, visitas de safari em jipe, pesca em alto mar e muito mais. 
 
HERANÇA
 

Com tesouros para descobrir como, a cidade de Silves, previamente a capital do Reino Árabe, terá muito para explorar como a Catedral, o Castelo dos Mouros, a Ponte Romana, os passeios de Portimão para Silves, Sagres com o seu Forte, Lagos com o seu Forte e as ruelas tradicionais em calçada portuguesa, Tavira com a sua arquitetura tradicional.

 
 
ENTERTENIMENTO
 
Durante todo o ano, existem vários eventos que trazem vida e cor ao Algarve.
 
Festivais tradicionais de música, de comida, de artesanato como o Festival Medieval de Silves, o Festival do Marisco em Olhão, o Festival da Batata Doce em Aljezur, o Festival da Sardinha em Portimão, o festival dos Queijos e Enchidos em Monchique, o festival Med em Loulé, o Festival de Gastronomia de rua em Lagos e Portimão.
 
Principalmente no verão, existem inúmeras festas privadas em bares e discotecas perto das praias, com muita música e animação. Em Fevereiro existe o famoso Carnaval que se celebra pelo país inteiro. No sul e em particular em Olhão existe um grande desfile de Carnaval.
 
 
COMIDA
 
O peixe melhor e mais fresco, grelhado, cozido, assado ou em caldeiradas e cataplanas, é encontrado em restaurantes da nossa costa. Pratos de carne tradicionais como o Cozido á Portuguesa, o Lombo de Porco à Bairrada, a Chanfana, os Rojões, a Posta Mirandesa, a Feijoada e muitos mais para se deliciar. Para sobremesa tem os doces tradicionais algarvios como o Morgado de Figo, a Tarte de Amêndoa e Gila, o Dom Rodrigo, o Doce fino, a Tarte de Alfarroba e muitos mais, não nos esquecendo do melhor fruto do Algarve e considerado um dos melhores frutos do mundo, a Laranja de Silves, muitíssimo doce e muito sumarenta.
 
 
CENTROS DE TERAPIA E SPAS
 
Existem diversos Spas e centros de Talassoterapia, que oferecem tratamentos para relaxar e tratamentos de saúde.
 
Dentro do orçamento de cada um, encontra sempre variados tratamentos disponíveis assim como um vasto leque de alojamento e restaurantes bons e acessíveis.
 
O que todos têm em comum é o facto de lhe proporcionar um bom serviço, amabilidade, boa comida e opimo clima.
 

HISTÒRIA

 

No Algarve as suas férias ganham uma dimensão histórica.Um pouco por toda a região é ainda possível desvendar encantos e segredos da história de Portugal, que o tempo não apaga. 
 
As férias passadas no Algarve servem também de pretexto para uma viagem no tempo, ao encontro de numerosos testemunhos de povos e culturas que ao longo da história se cruzaram com a região.Da presença romana à longa herança muçulmana, da reconquista cristã à epopeia dos descobrimentos portugueses, não faltam motivos para redescobrir sinais de um passado histórico marcante. 
 
As marcas da presença humana no Algarve recuam a tempos imemoriais. Exemplos disso são os milenares vestígios neolíticos e as mais recentes, mas não menos interessantes, estações arqueológicas romanas, abertas a visitas.
 
A visita ao passado da região e à sua valiosa história faz-se também percorrendo os diversos museus arqueológicos, que encerram um vasto património ainda por descobrir.Herdeira de antigas civilizações, a região algarvia foi igualmente ponto de passagem de outros povos, numa ligação quase sempre facilitada pelo imenso mar que banha as suas costas. 
 
Os mais de cinco séculos de influência árabe marcaram para sempre os destinos da região, a começar pelo próprio nome: Al-Gharb, O Ocidente. Esta presença, que se prolongou do séc. VIII ao séc. XIII, ainda hoje se encontra bem patente nos nomes das povoações, na agricultura, na arquitetura dos monumentos, nos rendilhados dos terraços e chaminés ou no branco da cal que teima em cobrir o casario de muitas localidades algarvias.Silves assume então a centralidade da região, fruto de uma estratégica localização geográfica.
 
Em meados do séc. XIII, as terras algarvias são as últimas de Portugal a serem conquistadas ao domínio muçulmano. Após longos avanços e recuos, a reconquista cristã tem a preciosa colaboração dos Cavaleiros da Ordem de Santiago, liderados por D. Paio Peres Correia, para no reinado de D. Afonso III pôr cobro à presença árabe no Algarve e unir a região ao reino de Portugal. Para além de Silves, Tavira e Faro, atual capital algarvia, são definitivamente tomada aos mouros.
 
Fundava-se assim o Reino de Portugal e dos Algarves.Mais tarde, no início do séc. XV, o início da expansão marítima portuguesa dá novo vigor às terras e gentes algarvias. Lagos e Sagres ficam para sempre ligadas ao Infante D. Henrique e aos Descobrimentos. Ainda hoje, na Ponta de Sagres, um gigantesco dedo de pedra aponta para o oceano Atlântico numa clara alusão à coragem dos navegadores algarvios, como Gil Eanes, que se faziam ao mar à procura de novos mundos para dar ao mundo.
 
Marcas desta história tão longínqua, mas ainda tão presente na alma algarvia, encontram-se espalhadas por toda a região.Visitar Aljezur, Lagos, Silves, Faro, Tavira, Castro Marim e Alcoutim é descobrir em cada museu, igreja, fortes e castelos a grandeza da história portuguesa, as suas gentes e tradições.